domingo, 21 de agosto de 2011

Galvanoterapia - Tratamento para estrias

Galvanoterapia

  1. Uma corrente contínua (galvânica) é aplicada na região.
  2. Uma  inflamação aguda localizada regenera o tecido.
  3. Com a contratura e o aumento na produção de colágeno a estria se torna imperceptivel.
A galvanupuntura esta baseada na compilação dos efeitos intrínsecos da corrente contínua (galvânica), que é utilizada por um equipamento em forma de caneta com uma pequena agulha na ponta através da qual promove uma inflamação aguda localizada, sem qualquer efeito sistêmico, mas extremamente eficiente na regeneração do tecido rompido, promovendo por sua contratura, o aumento na produção do colágeno e por sua vez o estreitamento das estrias, assim, tornando-as imperceptíveis.

A inflamação provocada pela corrente não tem nenhum efeito sistêmico, poucos minutos após a aplicação a estria fica edemaciada e hiperêmica (com edema/inflamada), responsável pela vasodilatação e aumento da permeabilidade dos vasos. Toda  a zona é preenchida por um exudato (matéria resultante de processo inflamatório) composto de leucócitos, eritrócitos, proteínas plasmáticas e fascias de fibrina, e o processo de epitelização (processo de união das células) começa simultaneamente e é absorvido em um período de dois a sete dias, o que limita o tratamento a apenas uma aplicação semanal.

A eficácia do tratamento pode chegar de 80 a 90%, dependendo da capacidade reacional de cada paciente, variando o numero de sessões de acordo com a cor da pele, a idade e tamanho das estrias.
  • Aplicação: Estrias.
  • Possível associação: Carboxeterapia, Peeling de Cristal ou Diamante
  • Contra-indicação: Gestantes.


Luciana Martinatti (015) 8123-7568

    Um comentário:

    1. Eu querooo, pra expulsar esses riscos estranhos que se apossaram do poposão!

      ResponderExcluir